jusbrasil.com.br
29 de Janeiro de 2020

ISA.bot a nova ferramenta em defesa da mulher vítima de violência na web

Elane Souza DCJ Advocacia, Advogado
há 2 meses

Você já ouviu falar do ISA.bot?

Não???

Conheça agora um pouquinho deste robô, super discreto que o Google, juntamente com apoio do Facebook, por iniciativa da ONG Think Olga (Conexões que salvam) e pelo Mapa de Acolhimento de Nossas.org criaram com a função, exclusiva, de ajudar, acolher e apoiar todas as mulheres vítimas de violência de gênero na internet e fora dela.

Para acessar é muito simples (e melhor), há formas distintas, escolha a sua:

  1. Entrar no ISA via google, a partir daí chamar pelo chat do próprio ISA.bot;
  2. Falar com o robô do ISA no google assistente;
  3. Ou por email de contato: [email protected];
  4. Por fim, via chat do facebook - entre na página do ISA e lá estará o chat - aproveite curta e compartilhe com suas amigas - é muito importante que nós, mulheres zelemos umas pelas outras.

Essa é mais uma alternativa, ademais da SAFERNET (que também é uma iniciativa privada contra o cyberbullying, desta feita, geral - para todos).

Outra alternativa seria ligar para o 180 e denunciar!

Lembrando sobre o ISA.bot e a SAFERNET: nunca esquecer de "printar" (fazer print screen) dos comentários ofensivos, discriminatórios e/ou criminosos - o máximo de provas possíveis são aconselháveris no momento de uma denúncia.

Após apresentação, perante os mecanismos citados, você poderá ir à justiça - mesmo antes disso já poderá fazê-lo; mas as alternativas relacionadas são seguras e darão um apoio imenso na hora do seu comparecimento perante uma Delegacia, MP ou Justiça (você já estará amparada e assistida por pessoas que realmente se importam).

Entretanto, o STJ, por meio de sua rede social no Facebook, fez questão de apresentar o ISA.bot para o público em geral como utilidade pública - aproveitaram para mencionar o 180, que sempre foi e seguirá sendo, mais uma forma de denunciar abusos, inclusive crimes.

Enfim, você mulher, vítima de cyberbulliyng, ou crime ainda mais grave (via web), não deixe de denunciar - ficaram aí as alternativas que desejarem ou sentirem mais cômodas e seguras para usar!

Protejam-se e, na medida do possível, divulguem!

Por Elane F. de Souza (Advogada não atuante), autora deste e dos blogs:

https://www.diariodeconteudojuridico.com

https://divulgandodireitos.com

Um canal do Youtube só de DIREITO:

https://www.youtube.com/user/elanyy1

Fontes já lincadas: ISA.bot; Safernet e STJ

*Imagem crédito STJ

Mais artigos de DCJ abaixo:

https://diariodeconteudojuridico.jusbrasil.com.br/artigos/787207106/fato-do-produto-ou-servicoesua-decadencia-nao-confundir-com-vicio-oculto-que-nao-provoca-um-fato

https://diariodeconteudojuridico.jusbrasil.com.br/artigos/786001900/escravidao-justificada-índio-nao-gosta-de-trabalhar-por-isso-os-portugueses-trouxeram-os-negros


1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Os robôs estão começando a ocupar espaço no mundo jurídico. Espero que ajudem as pessoas. continuar lendo