jusbrasil.com.br
14 de Novembro de 2019

Uma pena exemplar: youtuber "famosinho" ficará sem canal por 5 anos

Elane Souza DCJ Advocacia, Advogado
há 5 meses

Coisas de gente que busca fama ou quer seguir aumentando a que já tem, mesmo à qualquer preço!

Um Youtuber de Barcelona de nome Kanghua R., de 21 anos (ReSet), de fama na España, e mediana no mundo, acabou sendo condenado a ficar sem o canal por 5 anos. Terá que apagar o canal durante esse período, e a plataforma terá que proibir ele de criar outro (com qualquer que seja o pseudônimo); mais 15 meses de pena de prisão (que não serão cumpridos porque não tem antecedentes) e mais uma indenização de £20,000,00 (Vinte Mil Euros), cerca de 88 mil reais, hoje.

Tudo isso por causa da humilhação que ele fez um morador de rua (imigrante Romeno) passar - filmando e postando em seu canal a pobre vítima a comer um biscoito Oreo recheado de creme dental.

Pelo engano, pelos danos morais e físicos (a vítima vomitou muito) e pela postagem terá que sofrer as consequências imputadas pelo Tribunal de Barcelona.

Pela postagem humilhante ele conseguiu arrecadar do youtube 8 mil euros; a indenização imputada ao jovem youtuber será 10X maior que a quantia arrecadada.

Notamos, com isso, e com tantas atrocidades no mundo, que grande parcela das pessoas perderam ou nunca tiveram empatia - como podem seguir, curtir e comentar um vídeo dessa natureza e um Youtuber que tem como finalidade desafios humilhantes e jocosos?

É nessa hora que penso: Acho que sou uma P.A.S (Pessoas Altamente Sensíveis); se vejo certas coisas a minha vontade é chorar e me recolher por dias - por isso deixei de ver TV há anos, só vejo filmes na internet ou cinema e que NÃO sejam baseados em fatos reais dolorosos - se me atrevo a vê-los absorvo toda a maldade que supostamente aconteceu e me adoece ("sou uma esponja para o bem e para o mal" - infelizmente ou felizmente, faz parte da minha personalidade; ser P.A.S. não é doença, mas adoece, dependendo do ambiente onde se vive)!

Aqui no Brasil, algumas pessoas até já queimaram moradores de rua e poucos pagaram pelo que fizeram como deviam! É mais fácil reunir uma turma para pegar um furtador de celular e linchar, que anotar a placa e depor, como testemunha, contra essa gente que acha que morador de rua ou imigrante não é ser humano!

Todos os dias faço um enorme esforço para acreditar na humanidade e na melhora dos sentimentos para com os demais seres - mas é bem difícil!

Indenizações para a vítima (o resto da vida), ou uma grande multa, juntamente com a retirada do passaporte, dependendo do caso, mais alguma pena de prisão para complementar, são as melhores (em minha opinião), pois o que mais dói nas pessoas é o "bolso $$", e não a reclusão em si.

Até já foi comprovada que a perda de dinheiro gera mais infelicidade que o ganho da mesma quantia, geraria em felicidade! A dor da perda é sempre maior!

O youtuber em questão perdeu 10 vezes a quantia que ganhou pelo vídeo humilhante e ainda perdeu o bem mais precioso para si - qual seja: o canal com, certamente, milhares de seguidores (sua fonte de renda e fama).

Talvez, com isso, ele aprenda a ser um ser humano com mais empatia e mude a forma de fazer entretenimento e a forma de influenciar seres humanos - não pessoas que só se agradam com sofrimento alheio!

Boa sorte querido - espero que as pessoas que te seguiam ainda se recordem de ti daqui a cinco anos!

(Fonte) Baseado na leitura da reportagem do El País aqui

Foto/crédito: El País

Por Elane F. de Souza: Advogada, Articulista e Administradora dos blogues:

Divulgando Direitos, Diário de Conteúdo Jurídico e sua fã page, mais o canal reestruturado para Direito D.C.J Aqui.

Mais textos desta página:

https://diariodeconteudojuridico.jusbrasil.com.br/artigos/713195417/bullying-na-escola-leva-paiarapar-cabeca-de-filha-qualasua-opiniao-juridica-sobre-isso

https://diariodeconteudojuridico.jusbrasil.com.br/noticias/708099974/bolsonaro-modifica-lei-maria-da-penha-para-melhor

23 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

"Aqui no Brasil, algumas pessoas até já queimaram moradores de rua". Exato Dra, Elane.

O problema é que aqui no Brasil a vítima não existe como parte importante. . Não é relevante para o processo. Não tem direitos a reparação dos danos sofridos. Os Direitos Humanos nunca aparecem.

Por outro lado, o lado dos agressores, existem as Garantias Constitucionais levadas ao exagero das benesses.

Ah Fernando você é leigo e não sabe nada de Leis.

Sim sou leigo mas nós os leigos é que pagamos pelo Judiciário, ou seja, somos os Clientes do Judiciário e queremos que os serviços entregues pelo Judiciário sejam diferentes do exitem hoje.

Queremos apenas Justiça. Como aconteceu na Espanha, continuar lendo

Boa noite,
De leigo, leigo mesmo, creio que você não tem muito; faz sempre bons comentários apesar de ser sempre contrário aos meus artigos.
Desta feita você falou em Direitos Humanos, coisa que sou PRÓ DUDH, Só que sempre fiz questão de analisar a parte mais frágil - qual seja: a vítima, até porque sou independente, não estou vinculada À ONU, tampouco a grupos de Advogados e pessoas que se intitulam defensores dos Direitos Humanos; quando falo e penso na DUDH, penso sempre primeiro na vítima, depois no criminoso, mas penso que todos devem ser respeitados e valorados - no caso dos criminosos a obrigação do Estado é fazer valer a Lei (mais que isso não - afinal não temos pena de morte, nem perpétua...e nisso dou graças pois, para mim, é inconcebível tirar uma vida para pagar pena!
Fernando ou Sr. Fernando, Obrigada pela leitura e comentário. continuar lendo

Na Espanha, no caso citado, foram respeitados os direitos humanos. O Estado agiu dentro dos limites da lei e da Constituição do pais, o infrator teve direito a um julgamento justo, nos termos da lei e pode exercer seu amplo direito de defesa e do contraditório, a pena aplicada foi proporcional ao dano causado à vitima e à sociedade. Isso é respeito aos direitos humanos. Sei que parece difícil para algumas pessoas entender o que significam os direitos humanos. O que acontece com frequência no Brasil é que a policia é mal treinada ou incompetente e não cuida de recolher as provas, investigar, preservar a cena do crime, etc, deixando o juiz sem condições de concluir pela culpa ou autoria do crime, sendo obrigado a libertar o suspeito por falta de provas capazes de incriminá-lo. Os direitos humanos garantem a todos os cidadãos que somente serão condenados após um julgamento justo e observado o devido processo legal em que fique demonstrada a sua culpa. Você é contra isso? Se é, melhor procurar outro planeta para viver pois neste essa é a regra em qualquer sistema, salvo as ditaduras e regimes arbitrários. continuar lendo

Jose padilha, "pena aplicada foi proporcional ao dano causado à vitima" Oi?
Eu nem gosto de "Youtuber" em geral, esse tipo de "youtuber" que faz esse tipo de lixo é um lixo e desserviço a sociedade. Mas o imbecil, por mais que merecesse ser punido, pagou uma multa que conforme foi informado foi 10x superior ao que ganhou com a babaquice, até ai ok, mas aí poderia ter sido preso, e ainda perdeu a fonte de renda e não poderá ter outro canal por 5 anos. Por causa de uma pegadinha que por mais lixo que fosse, casou apenas vomito, e não chega aos pés das realizadas por estudantes de universidades com calouros, ou torturas causadas por bandidos no Brasil e que não dá em nada e ainda o "us direitus dus manus" ficam mais preocupados em saber se a policia deu uns tapas no vagabundo do que a pessoa que sofreu nas mãos da "vitima da sociedade".
Então.. se você achou isso proporcional ao dano, imagino que você deve ser a favor da pena de morte para homicidios, e ainda que a família do morto pague todas as custas com o processo e que os filhos e parentes se houverem não tenham nenhum tipo de renda previdenciária por causa do falecido, correto? continuar lendo

Fernando, me coaduno ao seu comentário. Quero exatemente o mesmo: punições severíssimas com o fim de todas as benesses, como progressão, saída temporária, indulto, graça, etc... continuar lendo

José Padilha, esse não é o problema no país e não é disso q somos contra: a aplicação da lei. Somos contra a lei, mal redigida em nome dos tais DH e que privilegiam DESCARADAMENTE os infratores, bandidos. Somos contra as penas que são pífias: homicídio simples com pena mínima de seis anos. É uma afronta à família da vítima. Queremos que as penas sejam no mínimo o dobro do que são hj, queremos o fim da progressão (se foi condenado a 30 anos é pq o crime q cometeu enseja essa pena, então cumpra-a), fim do indulto, da saidinha provisória, da graça, das visitas íntimas, das penas cumpridas nas casas dos safados. Queremos penas duríssimas, em lugares severíssimos, onde os próprios presos limpem e façam a manutenção. Queremos que paguem com justiça, na medida do crime q cometeram. Pena mínima de seis anos para um homicídio é aviltante. continuar lendo

Exemplar a punição. continuar lendo

Os youtubers estão ficando cada vez mais ousados e cada vez menos humanos, o pior de tudo é que existem pessoas que gostam disso e alimentam tudo esse mundo sombrio. Quantas pessoas não estão passando por situações parecidas como essa hoje, nesse momento? Nós não podemos compartilhar, nem compactuar com esse tipo de conduta, pois isso incentiva a mais postagens com o mesmo "conteúdo", o mendigo até vomitou comendo bolacha recheada com pasta de dente, pelo menos o youtuber foi condenado a pagar uma multa oito vezes maior do que o lucro que ele teve com essa postagem que foi de 8 mil e a multa foi em torno de 80 mil reais e ainda vai perder o canal por 5 anos, o que é pouco, mas ainda assim justiça foi feita.
p.s. O nome dele é Reset continuar lendo

Pena de morte, até posso concordar plenamente com a senhora Dra. Elane, mas PRISÃO PERPÉTUA, dever-se-ia existir SIM, pois como um profundo conhecedor de prisões e prisioneiros, sei que há muitos vagabundos lá dentro, que são TOTALMENTE irrecuperáveis. Ou alguém daqui (Jus) sabe ao contrário? continuar lendo

Mas a culpa é do Estado Brasileiro que só enjaula como animais amontoados...., se desse educação, proporcionasse saúde, esportes, ensinasse uma profissão de acordo com o dom e a querência da pessoa, talvez tivessem (alguns) recuperação; já vivi fora e em muitos países se fecham presídios; aqui os governos federais eleitos querem abrir mais....,
Lá fora, nesses poucos países que não tenho tempo de citar, funciona tão bem que o preso parece estar em um hotelzinho simples...., mesmo assim, e sendo pobres não voltam a delinquir para ir parar na prisão que parece um hotel simples.
Enfim...., tem que haver uma política criminal adequada....na base (prevenção primária, secundária e terciária)....mas isso seria um artigo de Criminologia e o assunto seria bem extenso.
De qualquer forma obrigada pelo comentário.
Sucesso para ti continuar lendo

Ahahahaha, é culpa do estado que um sujeito matou e esquartejou 4 antes de ser preso, vai sair e continuar sendo um animal, ahhhhhhhhhhhhhhh táaaaa!!!!!!!!!!!!! Coitadinhooooo continuar lendo

Karla Cruz, esse seu comentário é tão medíocre; coisa de quem não tem argumento sólido!
Só pena de você! continuar lendo

Elane Souza DCJ Advocacia, já eu não tenho pena de você pelo seu descolamento com a realidade. Só posso lamentar pois são pessoas assim que ajudaram o país a chegar a marca de mais de 60.000 homicidios por ano.
Meu conhecido levou um tiro na nuca ao abaixar a cabeça (o tiro entrou na nuca e ficou alojado na garganta, sem qualquer motivo ou reação dele) para entregar o tênis a uma pessoa que segundo você não era animal antes de ir preso, esse mesmo "não-animal" já tinha matado mais 2 antes e estava foragido.
Segundo sua lógica, esse "não-animal" se tivesse ido preso e tratado como animal no primeiro homicídio, teria sido culpa do encarceramento "como animal" que fez a pobreeee vitima da sociedade matar o meu conhecido.
Claro, ele matou só 3, isso não torna ele um animal.
Desculpe Elane, mas esse seu comentário também foi medíocre; coisa de quem não tem argumento sólido. continuar lendo